"Eu me confesso ser do número daqueles que, aprendendo, escrevem; e escrevendo aprendem" - Agostinho

Se inscreva no meu canal do YouTube!

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Carta Aberta aos pais que levam seus bebês chorões e crianças pequenas às Igrejas


Queridos pais levam crianças pequenas às Igrejas,

Vocês estão fazendo algo realmente, realmente muito importante. Eu sei que não é fácil. Eu vejo vocês com os braços assoberbados e sei que vocês vieram para a igreja já muito cansados. Criar filhos pequenos é trabalhoso. Muito cansativo mesmo.

Eu os vejo rodopiar, sacolejar e balançar incansavelmente tentando manter seus bebês quietos. Assisto todo o esforço necessário para encontrar um lugar para se sentar na igreja: Os malabarismos com o carrinho e o equilibrismo com as sacolas de fraldas e todas as dezenas de bugigangas do arsenal móvel de cada bebê.

Eu vejo vocês se sacudirem quando seus filhos choram e assisto solidária toda agitação e ansiedade com que vocês abrem os seus sacos de mágica, catando os truques que podem ajudar a acalmar os seus filhotes. 

E eu vejo vocês com as suas crianças pequenas, as que dão os primeiros passos e as de três, quatro e cinco aninhos. E vejo como vocês se irritam quando seus meninos fazem uma pergunta inocente, num tom que era para ser um sussurro, mas sai como de um megafone, ouvido em claro e bom som lá no fundo da igreja, risos.

E percebo o desespero na voz de vocês, quando pedem pela décima vez que seus filhos se sentem e fiquem quietos. E vejo os seus semblantes envergonhados, como quem imagina que todos na igreja estão olhando para vocês. Sabemos que nem todos estão, mas vocês pensam que sim.

Papais e mamães, eu sei o que vocês estão pensando: Será que isso tudo vale a pena? Por que se preocupar? Todo este trabalho e desgaste. Eu sei que muitas vezes vocês deixam a igreja muito mais exaustos do que gratificados. Mas saibam: o que vocês estão fazendo é muito importante.

Quando vocês estão aqui, a igreja está inundada com um ruído de pura alegria. Quando vocês estão aqui, o Corpo de Cristo é mais plenamente presente. Quando vocês estão aqui, somos lembrados de que este evento que chamamos de culto não é sobre estudo bíblico ou sobre uma contemplação pessoal e tranquila. Mas nos reunimos para adorar como uma comunidade onde todos são bem-vindos. Prostramo-nos junto, como Corpo, diante de Deus e compartilhamos da Palavra e do Sacramento juntos.

Queridos pais que levam seus filhos pequenos à Igreja: Quando vocês estão aqui, vivo mais fortemente a esperança de que estes bancos não estarão vazios em 10 anos quando seus filhos já tiverem idade suficiente para se sentarem calmamente e se comportarem durante a adoração. Eu sei que agora eles estão aprendendo ocomo e o porquê da nossa adoração. E o fazem antes que seja tarde demais .Eles estão aprendendo que a adoração é importante.

Vejo-os a aprender. No meio dos gritos, balbucios e risos. Assisto maravilhada o seu aprendizado, entre o chiadinho dos sacos de bolacha se abrindo e a pilha crescente de migalhas. Eu vejo a menina indócil que insiste em pular dois bancos para compartilhar a "Graça e Paz do Senhor" com alguém que ela nunca conheceu. Ouço o menino sugando (num assobio bem alto) até a última gota de seu vinho da comunhão, determinadíssimo a não perder uma gota sequer de Jesus. 

Eu vejo uma criança excitada colorir uma cruz no programa do culto. Eu me delicio com os tantos ecos de "améns" infantis que pipocam alguns segundos depois que o resto da comunidade disse-o junta. Eu vejo um menino que mal aprendeu a ler tentar encontrar o Hino 672 do livro de cantos e me lembro dos meus meninos aprendendo a fazer o mesmo.

Queridos, eu sei o quão difícil é fazer o que vocês estão fazendo, mas eu quero que vocês saibam que isto é muito importante. Isso importa para mim. É importante para os meus filhos, para que eles nunca fiquem sozinhos nos bancos. É importante para a congregação saber que as famílias se preocupam com a fé dos jovens, em estar com os mais  jovens ... E mesmo naquelas semanas, quando você não puder perceber estes pequenos momentos do Amor de Deus, tudo isto será  sempre e eternamente importante para as  almas de seus filhos.

É importante que eles aprendam que adoração é o que fazemos como uma comunidade de fé. Que na Igreja toda a gente é bem-vinda e que a adoração de cada um é importante.

Quando ensinamos as nossas crianças que a sua adoração é importante, os estamos ensinando que a sua presença aqui é plena e suficiente como a de qualquer outra pessoa entre os membros e visitantes da nossa comunidade de fé. Eles não precisam esperar até que eles possam entender, acreditar, orar ou adorar de uma certa "maneira “correta” para serem bem-vindos. Na liturgia de Cristo, eles sempre foram chamados a estar à frente. “Deixai vir a mim as criancinhas". Eu sei, e você também sabe, que até mesmo na sua igreja há muitos adultos que não possuem todas as credenciais lembradas acima e, ainda assim, estão nos bancos.

O importante é que as crianças aprendam que eles são parte integrante desta igreja, que suas orações, suas canções, e até mesmo o seu choro (se bem contidos, para alguns, risos) são sinais de júbilo recebidos por Deus e testemunham a todos que: Sim, eles estão entre nós.

Eu sei que é difícil, mas obrigado pelo que vocês fazem quando trazem seus filhos para a igreja. Por favor, saibam que a sua família - com todo o seu ruído, peleja, comoção, alvoroço e alegria - não são simplesmente tolerados, vocês são parte vital desta comunidade quando ela se reúne para a adoração.

- por Jamie Bruesehoff

Comente com o Facebook:

44 comentários :

  1. Lindo Ensina o menino o caminho em que deve andar,e quando ele crescer não se desviará dele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, irmão!
      Gostaria de fazer um adendo muito importante:
      "Ensina o menino "NO" caminho em que deve andar..."

      É mais do que apontar a direção correta; é tomá-lo pela mão e caminhar junto, ensinando a Verdade do Caminho estreito que leva à Vida.

      Paz de Cristo Jesus seja convosco!

      Excluir
  2. Nossa, que lindo e perfeito! Realmente nós país sentimos tudo isso e, por vezes, achamos que podemos estar incomodando. Mas como decreve perfeitamente o texto, devemos ensinar o caminho que nossos filhos deverão andar. Obrigada pelo lindo ensinamento

    ResponderExcluir
  3. Uau! Obrigada por essa linda carta!
    Quantas vezes já disse que não iriam mais com meu pequeno,pois ele "só atrapalha o culto". Não, ele não atrapalha,ele completa a igreja. Obrigada mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Amei o texto!
    Realmente ficamos tão aguniados com o barulho q nossos filhos fazem na igreja, da a impressão q não estamos educando bem.
    Mas tudo q vc falou é realmente verdade,a comunidade é formada por todos e o corpo de cristo formado por cada irmão e criancinhas rsrs!

    ResponderExcluir
  5. Entendo que é importante trazer os filhos para a Igreja, o que não entendo é que certos pais fiquem brincando dentro da Igreja com os seus filhos em pleno culto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não entendeu não...se não não falaria isso.Os país de alguma forma interagem com os filhos nos cultos. A fim de não querer atrapalhar o culto as vezes pode até atrapalhar mas msm assim eles estão lá com seus filhos na casa de Deus recebendo a graça do senhor de alguma forma...tente entender nunca julgar.

      Excluir
    2. As vezes é q única opção pra tentar deixar seus filhos um pouco mais quietos já que a monotonia de ficar de 2 a 3 horas em um ambiente que pra uma criança não tem brincadeira é chato. Mais só sendo país e mães sabem o que é isso

      Excluir
    3. As vezes é q única opção pra tentar deixar seus filhos um pouco mais quietos já que a monotonia de ficar de 2 a 3 horas em um ambiente que pra uma criança não tem brincadeira é chato. Mais só sendo país e mães sabem o que é isso

      Excluir
  6. Um belíssimo texto onde nos mostra o real valor de ensinar nossas Crianças a adorar o Deus vivo e verdadeiro, criança tem muita energia e graças a Deus por isso.

    ResponderExcluir
  7. Amei o que li.
    Muitas vezes até pensamos em não ir ou deixar as crianças com alguém.
    Mas é o alicerce á parte mais importante de uma edificação, e esse começa na presença desde pequenos na igreja.
    Obrigada por me deixar aliviada , só queria que mais pessoas pensassem assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pregue a respeito, Patricia!

      Paz de Cristo Jesus seja contigo!

      Excluir
  8. É exatamente isso que penso sobre os pequenos na Casa do Senhor.

    ResponderExcluir
  9. Me identifiquei bastante com o texto,só quem tem ou já teve filhos pequenos sabe que não é fácil controla-los sempre na igreja.Mas me alegro em saber que não é todos que julgam de forma negativa e sim apoiam os pais com esses conselhos, nessa fase difícil dos pequenos na casa de Deus.

    ResponderExcluir
  10. Palavras abençoadas irmão. Passei por isso também, mas nunca deixei de ir á Igreja por causa de meu filho e ele participou, aprendeu a palavra e Deus, hinos maravilhosos e a ensinar os filhos dele também no caminho em que devem andar e a saber como suportar sofrimentos, porque sabia dessa palavra bendita. Sou grata a Deus pelos meus pais que nos levaram também desde que nascemos, então estas suas palavras caem bem no mundo de hoje onde os pais preferem ver seus filhos diante de computador e dos jogos inúteis que nunca se referem a Deus, que levam ate a morte. Que Deus o abençõe sempre.

    ResponderExcluir
  11. Muitas igrejas têm o "Cultinho das Crianças" no horário do culto normal da congregação. Se houver algum problema eventual ou a falta de estrutura para reunir as crianças em local separado, é preciso que os adultos entendam a situação e coloquem em prática o que escreveu, com muita propriedade, o autor do texto em tela.

    ResponderExcluir
  12. Puxa vida, é extremamente reconfortante ler um texto como esse! Muito obrigada por me fazer lembrar que o sacrifício não é em vão, mas um investimento na vida dos meus filhos! Amei e me emocionei, porque em muitos momentos a vergonha parece querer se sobressair aos demais sentimentos que são os que realmente importam! Mais uma vez, obrigada, e que a paz de Cristo e o Seu grandioso amor inunde não só as igrejas, mas as nossas vidas e a de nossos filhos!

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde, fiquei muito feliz com o texto, pois sou mãe de una menina de 3 anos e sei quão desesperado as vezes e esta em uma igreja com uma criança pequena, me senti renovada.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, lindo texto. Tenho uma filha pequena e sei quão desesperador e as vezes esta na igreja com ela. Esse texto foi um bálsamo.

    ResponderExcluir
  15. Que coisa linda!!!
    Iniciei a leitura brava, achando q teria mais um motivo pra não ir a igreja...
    Quisera eu q todos os líderes, diáconos, diaconisas, lessem isso, pra q num próximo ruído dos meus dois pequenos e incontroláveis barulhentos me estendessem uma mão ajudadora...Rs
    Parabéns Jamie Bruesehoff

    ResponderExcluir
  16. Que coisa linda!!!
    Iniciei a leitura brava, achando q teria mais um motivo pra não ir a igreja...
    Quisera eu q todos os líderes, diáconos, diaconisas, lessem isso, pra q num próximo ruído dos meus dois pequenos e incontroláveis barulhentos me estendessem uma mão ajudadora...Rs
    Parabéns Jamie Bruesehoff

    ResponderExcluir
  17. Que coisa linda!!!
    Iniciei a leitura brava, achando q teria mais um motivo pra não ir a igreja...
    Quisera eu q todos os líderes, diáconos, diaconisas, lessem isso, pra q num próximo ruído dos meus dois pequenos e incontroláveis barulhentos me estendessem uma mão ajudadora...Rs
    Parabéns Jamie Bruesehoff

    ResponderExcluir
  18. Amei o texto!!
    Nós fomos as crianças da igreja um dia. ��❤️

    ResponderExcluir
  19. Maravilhoso texto adorei!
    Que o culto seja uma oportunidade de louvar e adorar a Deus demonstrando todo amor e paciencia para com os pequeninos assim com Deus faz por nós a cada dia.

    ResponderExcluir
  20. Excelente texto. Nós temos um culto separado para as crianças abaixo de 6 anos. Porque nós separamos, somente na hora da pregaçao? Porque os pais precisam ouvir tbm a palavra de Deus, lá dentro com as crianças, elas tem historias no nivel delas. Porque a criança abaixo de 6 anos ela nao vai entender a pregaçao do pastor e obviamente ficarà inquieta, tirando atençao dos pais. Tbm pegamos os bebês.

    ResponderExcluir
  21. Muito muito muito dez... assim se passa o legado, em tempos que precisamos resgatar as famílias....

    ResponderExcluir
  22. O texto é maravilhoso,mas infelizmente alguns líderes ,eu diria a maioria não foram ensinados a tratar e investir nas nossas crianças.Fui muito tempo professora de Ebd e seu o quanto nossas igrejas necessitam entender que as crianças são a geração de adoradores da posteridade.Eu tenho uma filha de quinze anos,graças a Deus levamos pra igreja desde o ventre, vale a pena o trabalho,o desgaste,hoje ela é professora Ebd do maternal e ministra de louvor na igreja que congregamos.Irmãos Deus faz tudo valer a pena.Graça e paz a todos.

    ResponderExcluir
  23. Só queria curtir todos os comentários! Rsrs
    Texto lindo! Pena que muitos na igrejá não entendem a dificuldade dos pais com uma criança, que a bagunça da criança, não é falta de uma boa educação,mas simplesmente uma forma natural da criança agir! Agradeço muito a Deus por me da a sabedoria de sempre levar meu pequeno a casa Dele! E agradeço ainda mais pela igreja abençoada e maravilhosa que eu vou, que tem um olhar de amor pelo meu filho e não de condenação. Afinal,eles só são crianças e são MT melhores que nós. Deles é o reino dos céus!

    ResponderExcluir
  24. Só queria curtir todos os comentários! Rsrs
    Texto lindo! Pena que muitos na igrejá não entendem a dificuldade dos pais com uma criança, que a bagunça da criança, não é falta de uma boa educação,mas simplesmente uma forma natural da criança agir! Agradeço muito a Deus por me da a sabedoria de sempre levar meu pequeno a casa Dele! E agradeço ainda mais pela igreja abençoada e maravilhosa que eu vou, que tem um olhar de amor pelo meu filho e não de condenação. Afinal,eles só são crianças e são MT melhores que nós. Deles é o reino dos céus!

    ResponderExcluir
  25. Uau me emocionei.tenho um bb de 1ano e 9 meses..ufaaa...obg pelo texo.������

    ResponderExcluir
  26. Nossa, esse texto foi otimo.
    Eu tenho um filho de 7 anos e ele nao para. O pai fica nervoso. Mais so estamos com a 40 dias definitivo pois quem tinha a guarda era a mae biologica que so sabia reclamar dele. Mais graças a Deus cada dia é um avanço para a melhora do nosso filho. Mesmo ele nao querendo ir a igreja e mesmo nao ficando quieto nos fazemos a nossa parte.

    ResponderExcluir
  27. obrigada por muitas vezes eu quis desistir pois minha filha é uma benção e eu sei que ha alguns que não gostam quando ela chora ou corre na igreja, essa carta renovou minhas forças

    ResponderExcluir
  28. muitas vezes deixei de ir no culto e até de levar ela pelo fato de ela querer correr e ate chorar quando mando sentar, obrigada por essa carta.

    ResponderExcluir
  29. Parabéns. Já cheguei a sair chorando do culto por estar envergonhada do meu neném ficar dando trabalho na igreja.

    ResponderExcluir
  30. Eu amei esse comentário. Fiz isso com meus filhos. E foi ótimo

    ResponderExcluir
  31. Eu quero agradecer este incentivo e gostaria que todos pensassem desta forma. Hoje estou sem congregação pois fui repreendida e convidada a ir sutilmente para qualquer canto da igreja onde a voz do meu filho não fosse ouvida. Aquilo me magoou no momento, mas principalmente me deixou sem chão pois estava um dia péssimo o Eu e o Senhor sabíamos o que estava passando dentro de mim e da minha casa. Voltei para casa, mas parei com tudo. Ninguém teve coragemde tentar convensar pra me ajudar em oração, saber por que eu filho estava mais inquieto do que o comum. Onde moro é deserto pra ir à igrejas distantes meu marido não é convertido vai a igreja quando quer agora fico dependendo da boa vontade dele. Que e ir a igreja 1 vez por ano. e as lutas não param, e não tenho mais congregação...

    ResponderExcluir
  32. Agradeço a iniciativa muito querido voce e que mais pessoas pensem desta forma. Fui chamada atenção o pastor onde congregava pois meu filho estava encomendando o sermão. Fui convidada a fazer qualquer coisa para calar o menino. Igreja está que não possui culto separado para crianças te 2 anos. Meu filho vai fazer 3. Naquele dia estávamos tendo momentos difíceis por isso também a agitação o menino. Me levantei muito magoada e sem chão. Pois logo minha mágoa passaria mas o meu dilema nao. Agora não tem congregação próxima a minha casa. pra ir à igreja dependo do meu marido não crente que acha que devo ir à igreja 1 vez no ano... e as lutas vêem... e a tristeza que o tomou conta de mim...

    ResponderExcluir
  33. Sou a favor do culto das crianças nas igrejas. Se por acaso a igreja não tiver local disponível, o jeito é exatamente seguir este conselho fantástico.

    ResponderExcluir
  34. GOSTEI DESTE COMENTÁRIO: "Muitas igrejas têm o "Cultinho das Crianças" no horário do culto normal da congregação. Se houver algum problema eventual ou a falta de estrutura para reunir as crianças em local separado, é preciso que os adultos entendam a situação e coloquem em prática o que escreveu, com muita propriedade, o autor do texto em tela." MAS,QUANDO HÁ BERÇÁRIO... lá é o lugar para nossos filhos ficarem durante o culto, pois se eles não entendem nada,portanto não há motivo para deixá-los no santuário.Me desculpem, amei o texto, mas, em sã consciência, não há como apreciar uma criança que está chorando ou gritando mais alto do que o pastor!!Distrai sim e muito.Já vi pais em igrejas bem estruturadas que não querem deixar seus filhos no berçário.Se não confiam nas pessoas treinadas para esta finalidade não confiam em Deus para cuidar do seu pequeno.

    ResponderExcluir
  35. É gratificante ler textos assim !hoje se vê muita intolerância com as crianças,e infelizmente não é só no mundo,é dentro da igreja sim.os filhos são herança precisamos fazer um trabalho bem feito,porque implicar tanto com os pequenos no auge de sua energia?acho que deveríamos mesmo é cuidar daqueles adultos que vão ao banheiro o meio da melhor pregação,que lembram de fazer um pergunta para o vizinho ao lado ,bem na hora do hino mais lindo,que dá aquela expiada básica no celular de 30 em 30 minutos,e as moças que ficam arrumando a cabelo o tempo todo.aff.Será que não percebem que tudo isso também tira a atenção de qualquer um?

    ResponderExcluir
  36. Fiquei emocionada!
    Meu filho é cheio de energia e dificilmente pára quieto...ontem mesmo estava no culto infantil e bateu um desânimo, um cansaço que só Deus sabe. Daí recebi uma palavra motivadora de uma outra mamãe (sei que foi de Deus) me senti revigorada!

    ResponderExcluir
  37. Fiquei emocionada!
    Meu filho é cheio de energia e dificilmente pára quieto...ontem mesmo estava no culto infantil e bateu um desânimo, um cansaço que só Deus sabe. Daí recebi uma palavra motivadora de uma outra mamãe (sei que foi de Deus) me senti revigorada!

    ResponderExcluir

Por favor, comente este texto. Suas críticas e sugestões serão úteis para o crescimento e amadurecimendo dos assuntos aqui propostos.

Compartilhe

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails

pop-up LIKE

Plugin